A possibilidade de repasses do Fundo Nacional de Desenvolvimento Ferroviário (FNDF) para a expansão do metrô de Belo Horizonte foi tema de audiência pública promovida pela Comissão de Meio Ambiente e Política Urbana na noite dessa quarta-feira, 22, na Câmara Municipal, por solicitação do vereador Gilson Reis (PCdoB). A iniciativa teve como finalidade debater e buscar esclarecimentos quanto à destinação dos recursos do FNDF, a fim de garantir recursos para  investimentos em novos trechos de regiões metropolitanas, podendo, assim, suprir o déficit do transporte ferroviário da Grande BH.
A Medida Provisória (MP) 845/18, editada em julho, instituiu o FNDF para destinar recursos ao sistema ferroviário nacional, priorizando a implantação do trecho entre o Porto de Vila do Conde, no Pará, e a EF-151, na Ferrovia Norte-Sul. Apesar de a MP se referir apenas à outorga daquele trecho, a expectativa é de que o Governo Federal destine parte do fundo para ampliar a capacidade do transporte ferroviário em Minas.
A audiência fixou como encaminhamento estimular os deputados para trabalharem a favor da criação de um fundo estadual para desenvolvimento do metrô na Grande BH; abrir ações judiciais contra o Governo Federal por não estar distribuindo recursos para o desenvolvimento do transporte de forma democrática, e mobilizar a população de bairros, como a do Barreiro, para lutar pela ampliação e implementação da linha, que é esperada há mais de 30 anos.
Audiência pública – Para discutir a respeito do Fundo de Desenvolvimento Ferroviário Nacional
Audiência pública – Para discutir a respeito do Fundo de Desenvolvimento Ferroviário Nacional
Audiência pública – Para discutir a respeito do Fundo de Desenvolvimento Ferroviário Nacional
Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.