Equipamento vai fornecer atendimento psicossocial à comunidade LGBT, além de funcionar como palco para debates e articulação de políticas sociais para este público.

A comunidade LGBT de Belo Horizonte comemorou a inauguração do Centro de Referência LGBT na Rua Curitiba, 481 – Centro da capital na tarde dessa quarta, 19/12. Apesar de existir desde 2007, o centro de referência funcionava em local improvisado.

O novo Centro de Referência LGBT oferece diversos serviços gratuitos à população, como atendimento psicossocial, apoio às vítimas de preconceito e violência, grupos de apoio, saúde integral, cultura, lazer e espaço para reuniões de articulação política dos coletivos gays, lésbicas, bissexuais e transexuais.

O centro integrará uma série de políticas de acolhimento e inserção. Segundo o subsecretário de Direito e Cidadania, Thiago Costa, o novo espaço irá oportunizar um contato mais estreito do público LGBT com o Centro de Referência.

“Nosso trabalho tem sido no sentido de reforçar e ampliar o atendimento e acolhida desse público, o que já se traduziu em um crescimento de mais de 200% nos atendimentos, em relação a 2016. Acreditamos que a estratégia do centro é fundamental na construção de uma cidade com menos discriminação, e, com este novo espaço, esperamos atender mais e cada dia melhor”, afirmou ao jornal Hoje em Dia.

Em 2018, o vereador Gilson Reis (PCdoB) e integrantes do bloco de esquerda da CMBH tentaram viabilizar o centro através da proposição de uma emenda à Lei de Diretrizes Orçamentárias. Entretanto, a proposta foi vetada pela bancada cristã.

O parlamentar enviou congratulações às lideranças LGBTs pela conquista do espaço. “Nesses tempos de intolerância e perseguição, é uma vitória a abertura de uma casa de acolhimento que receberá pessoas em situação de vulnerabilidade. O nosso mandato é simpático às lutas LGBT e sempre defenderá uma sociedade mais diversa e justa”.

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.