Na reunião dessa quinta-feira, 09, a Comissão de Educação recebeu representantes da Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania e do Centro de Luta pela Livre Orientação Sexual (Cellos MG), que aturam em parceria para a realização da 21º Parada do Orgulho LGBT de Belo Horizonte. Segundo a pesquisa apresentada, cerca de 150 mil pessoas participaram do evento, 17% das quais turistas, o que contribui para aquecer a procura por serviços no mercado hoteleiro. Quase 46% dos turistas ficaram hospedados em hotéis, pousadas e hostels. Além disso, cerca de R$ 7 milhões foram movimentados na economia da cidade em decorrência do evento. De acordo com o subsecretário de Direito e Cidadania da Secretaria Municipal de Assistência Social, Thiago Costa, estima-se que, desse valor, ao menos R$ 700 mil tenham retornado aos cofres municipais, por meio da arrecadação de impostos. O montante é mais do que cinco vezes superior àquele investido pela PBH na festa (R$ 120 mil).

Para a vereadora Cida Falabella (Psol), presidente do colegiado, esses dados mostram que, além do sentido político, a Parada do Orgulho LGBT também é relevante do ponto de vista turístico e econômico. A parlamentar destacou a importância da festa para afirmação de direitos, fazendo referência a sua centralidade na luta contra a discriminação motivada por gênero e orientação sexual. Ao mesmo tempo, destacou que o crescimento da festa e o retorno para a cidade colocam em xeque a tese de que investir no evento implica desperdício de recurso público, posicionamento que também foi defendido por Thiago Costa.

O vereador Gilson Reis (PCdoB) elogiou a atuação do Cellos, pela realização de uma festa que não perdeu o foco de luta política pelos direitos LGBTs e declarou que acompanha a Parada há 09 edições. “Quero elogiar a atuação do Cellos MG Centro de Luta pela Livre Orientação Sexual pela belíssima atuação em promover uma festa política, diversa e que traz a cidade alegria e reflexão sobre os direitos da população LGBTIQ. Acompanho a Parada há 09 edições e cada vez mais ela tem se mostrado um espaço de tolerância, alegria e luta”.

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.