Há quem diga que política não serve para nada. Mas, a verdade é que a política está presente na vida de toda a população, sem exceção!

É através das eleições que elegemos políticos. E são eles que governam ou fazem leis para o país, estados e municípios. Aqueles que aprovam cortes no orçamento da saúde por exemplo, estão fazendo uma política contra a população mais pobre, que depende o sistema de saúde público.

O Estado deve fazer sua parte como garantidor da vida. Isso está na nossa Constituição. O SUS, maior sistema público de saúde do mundo, é um exemplo de política pública, criada em 1988, que até hoje vem dando certo: já garantiu o maior programa de vacinação do mundo, reduziu a mortalidade infantil no Brasil, dentre várias outras coisas.

Mas, agora, nesse governo Bolsonaro, o SUS corre riscos, já que alguns políticos e empresas desejam que o mercado tome conta da saúde, e não os governos. Se o SUS corre riscos, a vida também corre!

O ano de 2020 está sendo um dos mais tristes. A pandemia da Covid-19 já ceifou mais de 158 mil vidas. Muitos não tiveram atendimento eficiente em alguns lugares, não houve testagem em massa e o próprio governo federal negligenciou as orientações da OMS, dando um mal exemplo. Já estamos no quarto ministro da Saúde, desde que a pandemia começou, o que é um absurdo!

Como vereador, tenho feito o que posso pela vida. Denunciei o descaso dos governantes que tentam retirar verbas da saúde, e, aqui, no município, honrei meu compromisso com a vida, nessa pandemia: propus medidas de tabelamento no preço das cestas básicas, propus as cestas básicas para famílias de alunos da rede pública municipal, defendi os (as) trabalhadores (as) para permitir que fizessem isolamento social, apresentei projeto propondo renda mínima emergencial para trabalhadores da cultura, fiz audiências públicas com servidores e exigi da Prefeitura a fiscalização sobre o uso de Equipamentos de Proteção Individual para evitar o adoecimento e o contágio dos trabalhadores pelo coronavírus. Enfim, tenho a consciência tranquila de que, como político, cumpri meu papel de garantidor de políticas públicas em prol da vida.

É com essas políticas que continuo me comprometendo. No dia 15 de novembro, vamos, juntos, apostar na política da vida!

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.