Gilson Reis defende a transformação da área em espaço de recreação

O impacto causado pelo intenso sobrevoo de aeronaves no entorno do aeroporto Carlos Prates, na região noroeste da de Belo Horizonte esteve em discussão na reunião plenária do dia 11 de maio na Câmara Municipal de BH. As aulas de aviação e o frequente fluxo de pousos e decolagens estaria gerando desconforto entre os moradores do entorno, que reclamam da poluição sonora e do risco de acidentes, a exemplo do ocorrido em novembro de 2014, quando um monomotor caiu sobre uma residência, deixando dois feridos.

Autor de requerimento para a realização da audiência sobre o assunto, o vereador Gilson Reis (PCdoB) defendeu, em plenário, a transformação do aeroporto em área de lazer ou mesmo a destinação do espaço para a implantação de equipamentos públicos, como por exemplo um eventual novo centro administrativo do município. O objetivo, segundo o parlamentar, seria dar termo aos problemas enfrentados, no dia a dia, pelos moradores do entorno do aeroporto.

Ainda na reunião, o vereador lamentou a ausência de representes da prefeitura na audiência pública sobre o assunto, realizada na terça (10/5). Segundo ele, o não comparecimento dificulta a construção de entendimentos e acordos capazes de assegurar diretos das partes envolvidas no conflito.

*Matéria publicada na revista digital Encontro em 12/05/2016.

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.